Enviado por rodolpho.chermont em qua, 17/11/2021 - 11:24

Projeto Fapespa Ambiental: Programa de Educação Ambiental e de boas práticas de sustentabilidade na gestão institucional

5

Todos sabemos que a população mundial aumenta gradativamente e, consequentemente, a quantidade de lixo produzido e o uso de recursos naturais. É perceptível a grande problemática para a saúde do nosso planeta e para a saúde das pessoas e dos animais. Dessa maneira, a importância da reciclagem está diretamente relacionada com o desenvolvimento sustentável, que engloba tanto o meio ambiente quanto os aspectos sociais e econômicos.

3

Diante dessa situação, a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas – Fapespa, por meio do projeto FAPESPA AMBIENTAL, vem desenvolvendo o Programa de Educação Ambiental de boas práticas de sustentabilidade na gestão institucional, um processo que exige a construção de valores, atitudes, conhecimentos e habilidades em relação à natureza, às pessoas e ao meio no qual estejam inseridas.

Assim, cabe citar que, na última segunda-feira (08/11), como um dos resultados do projeto FAPESPA AMBIENTAL, foram distribuídos copos biodegradáveis de fibra de bambu aos servidores da Fundação, com o intuito de diminuir a utilização de plástico no dia a dia. Afinal, copos biodegradáveis são ótimos aliados do bem-estar do meio ambiente.

3

“Não tenho dúvidas que, ao utilizar um ‘eco copo’ no seu dia a dia, cada servidor dá um passo importante para a preservação do meio ambiente, haja vista que você deixa de descartar entre 4 a 5 copos descartáveis diariamente. Ao multiplicarmos isso pelo número de servidores da Fapespa, certamente tem-se um número bastante considerável de descartáveis que deixa de ser jogado no lixo e, por conseguinte, de poluir o meio ambiente. Ou seja, é a adoção de uma prática que visa mudar o padrão de consumo de embalagens plásticas, preservando o meio ambiente, tema este tão importante para o nosso estado, nosso País e para o mundo”, ressaltou o diretor administrativo Jurandir Sidrim.

3

7

É notório que a reciclagem é uma das ferramentas mais necessárias para a preservação do meio ambiente, pois diminui a quantidade de lixo acumulado na natureza, a necessidade de exploração de recursos naturais e, consequentemente, a agressão à natureza. Isto é, a reciclagem é capaz de estimular todos os setores da sustentabilidade e melhorar consideravelmente a preservação de nosso planeta e da humanidade, permitindo um desenvolvimento saudável a todos.

5

Em depoimento, o sociólogo e coordenador do projeto FAPESPA AMBIENTAL, Marcos Lemos, ressaltou que: “neste mês de novembro, está sendo realizada a COP/26, Glasgow, onde uma nova agenda socioambiental está sendo debatida, a substituição de elementos nocivos ao meio ambiente se faz necessária. A substituição do plástico, que tem, em média, menos de 1 minuto de vida útil e leva 200 anos para se dissolver no ambiente, por materiais menos poluentes é uma conquista na Fapespa. Segundo dados da Diretoria de Planejamento, Administração e Logística da Fapespa – DIPLAN, a Fundação, em sua última licitação de copos plásticos, encomendou 100 caixas de copos plásticos, com 400 copos por pacotes, somando 40 mil unidades. Sendo assim, com os copos entregues a cada servidor, a intenção da comissão da FAPESPA AMBIENTAL é diminuir drasticamente esse número e, assim, proporcionar um melhor desenvolvimento do bem-estar”.

 

Texto: Vitória Araújo