Enviado por rodolpho.chermont em ter, 04/01/2022 - 12:36

IBGE prorroga inscrições de PSS para trabalhar no Censo 2022

3

O IBGE prorrogou para o dia 21 de janeiro o prazo de inscrições para quem pretende trabalhar como Recenseador, Agente Censitário Municipal (ACM) ou Agente Censitário Supervisor (ACS), durante o Censo 2022. No Pará, os três cargos somam 6.917 vagas de trabalho temporário, a serem preenchidas por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS), sendo a maior parte delas para Recenseador (6.121 vagas, em todos os municípios). Para todos os cargos, pessoas inscritas do CadÚnico podem solicitar isenção das taxas, no ato da inscrição. Além disso, o prazo para pagamento dos boletos é o dia 16 de fevereiro de 2022. Pelo novo calendário divulgado pela Fundação Getúlio Vargas, realizadora do certame, a nova data para as provas é o dia 10 de abril de 2022.

Com a ampliação do prazo para as inscrições, todo o calendário do PSS foi alterado. O resultado definitivo dos pedidos de isenção da taxa de inscrição sairá dia 15 de fevereiro. No dia 16 de fevereiro, data final para pagamento das taxas, será divulgada a lista de inscrições homologadas, bem como o quantitativo de inscritos para cada cargo. A divulgação dos locais de prova e disponibilização dos cartões de confirmação de inscrição se darão no dia 04 de abril, com provas a serem aplicadas no dia 10 de abril (As provas para os três cargos serão objetivas). O resultado final sairá dia 20 de maio de 2022.

Todas as etapas do Censo 2022, incluindo as provas, treinamentos e a coleta dos dados, seguirão protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. No dia do exame, o candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo. Será exigido o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores de prova, além da disponibilização de álcool em gel em todos os locais de prova. Os mesmos procedimentos deverão ser seguidos nos treinamentos presenciais dos recenseadores.

Para se inscrever, candidatos a ACM e ACS pagarão taxas de R$ 60,50 e de R$ 57,50 para Recenseador. Todos devem acessar https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21

 

Recenseadores

No ato da inscrição, os candidatos a recenseadores devem comprovar escolaridade de nível fundamental completo e escolher o bairro ou comunidade em que desejam trabalhar. A intenção é selecionar os recenseadores entre moradores das próprias comunidades. “Ter pessoas que já são dos bairros realizando a tarefa de ir, de casa em casa, para coletar as informações dos moradores, gera uma operação censitária mais tranquila e melhora a qualidade dos dados coletados”, explica o chefe da Unidade Estadual do IBGE no Pará, Rony Helder Cordeiro.

Os contratos dos recenseadores devem durar três meses, podendo ser prorrogados. A jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais. Eles não precisam cumprir horário fixo e terão direito a 13º salário e férias proporcionais aos dias trabalhados e à produção. Os recenseadores ganharão por produção e seus rendimentos mensais serão calculados com base na quantidade de questionários preenchidos, na área em que estrão trabalhando, entre outros critérios. Para que os candidatos possam calcular quanto poderão ganhar, está disponível um simulador virtual (https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html).

Para o cargo de Recenseador, o IBGE disponibilizou uma apostila gratuita de conhecimentos técnicos, para que o candidato possa estudar para as questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV.

 

ACM e ACS

Os candidatos a ACM (190 vagas no Pará) e ACS (606 vagas) vão concorrer num mesmo processo, sendo que aos primeiros colocados caberá a vaga de ACM e, do segundo em diante, serão preenchidas as vagas de ACS. A remuneração para o cargo de ACM é de R$ 2.100,00, enquanto a de ACS é de R$ 1.700,00. O nível de escolaridade para ambos é o ensino médio completo e os contratos devem durar cinco meses. Os primeiros vão gerenciar os postos de coleta, fazendo o controle e gestão dos recursos humanos e materiais. Também vão acompanhar e orientar a coleta de dados, coordenando o trabalho dos ACS’ e recenseadores. Já os ACS farão a supervisão da operação censitária junto aos recenseadores, exercendo também tarefas administrativas, como renovação de contratos e avaliação dos recenseadores.

 

ACAI

No Pará, também seguem abertas 59 vagas para o cargo de Agentes Censitários de Administração e Informática (ACAI), com taxas no valor da taxa é de R$ 44, pelo site www.ibfc.org.br, até o dia 10 de janeiro. A prova para ACAI está prevista para o dia 20 de fevereiro de 2022, com resultado programado para o dia 28 de março.

Os Agentes Censitários de Administração e Informática (ACAI) serão responsáveis pelo suporte às atividades administrativas e de tecnologia das informações necessárias ao funcionamento das coordenações de subárea do Censo Demográfico 2022, como contratações, pagamentos, suprimentos e apoio de serviços de informática aos Postos de Coleta e suas equipes. O cargo oferece remuneração de R$ 1.700,00, com previsão de contratação a partir de 29 de março de 2022 e duração dos contratos de cinco meses, com possibilidade de prorrogação.

 

Fonte: IBGE