Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais
Inscrições ao programa Startup Pará podem ser feitas até o dia 31

Inscrições ao programa Startup Pará podem ser feitas até o dia 31

Serão pré-selecionados 30 projetos (15 de cada categoria), e ao final, 20 (dez de cada segmento).

Data: 30/07/2020

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o prazo para inscrições no projeto Startup Pará foi prorrogado para o 31 deste mês. É possível se inscrever em duas modalidades: novos negócios e aceleração para negócios que precisam de impulsionamento. Serão pré-selecionados 30 projetos (15 de cada categoria), e ao final, 20 (dez de cada segmento).

A coordenadora do Startup Pará, Maria Trindade, da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), explica que a perspectiva, a partir do primeiro edital, é criar condições de transformar em política pública essa forma de investimento feito pelo governo do Estado. 

"É uma iniciativa pioneira, uma fase inicial de inovação tecnológica no Pará. Esperamos que os empreendedores aceitem isso como incentivo para criar um ambiente favorável a esse desenvolvimento", explica, confirmando que já há inscritas propostas de todas as regiões, mas a maioria é da Região Metropolitana de Belém (RMB).

A inovação tecnológica é pré-requisito fundamental para a seleção. "Não precisa ser necessariamente um aplicativo, mas um processo, por exemplo, de extração vegetal mais eficiente", exemplifica. "Também pode ser uma entrega de serviço, uma plataforma de ensino, entre tantas outras possibilidades".

Ajustes - Por causa da pandemia, a plataforma de inscrições está aberta para alterações de propostas já inscritas. Entre 31 de julho e 20 de agosto, serão feitas as análises documentais do que estiver apresentado, e entre 21 e 31 de agosto, serão selecionados os planejamentos vencedores. A previsão é iniciar a execução dos projetos a partir de 9 de setembro.

A expectativa é grande pelas novidades em relação à saúde e qualidade de vida, uma das dez temáticas permitidas pelo edital - as demais são: educação, energia, mineração, govtech (inovação na administração pública), agrotech (com destaque para agroindústria e piscicultura), biotecnologia, tecnologia da informação e comunicação, inteligência artificial e logística.

Antes mesmo da conclusão do processo de seleção, um desdobramento já é certo do Startup Pará: o mapeamento de todos os atores envolvidos com inovação, criação, invenção e transferência de tecnologia no Estado. "A gente quer ter um olhar geral até para pensar em novos editais e propostas. Sabemos que podemos ajudar mais fazendo editais direcionados", justifica Maria Trindade.

O programa vai oferecer aos participantes selecionados, de forma gratuita e de acordo com as etapas e o cumprimento das obrigações previstas no edital, os seguintes benefícios:

a) Capacitação: Qualificação dos participantes selecionados por meio de cursos, oficinas e atividades presenciais e on-line em todas as etapas do programa; 

b) Mentoria: Assessorias individuais e coletivas, on-line e presencialmente, feitas por profissionais do mercado e especialistas nas áreas temáticas do programa; 

c) Networking: Estímulo à conexão e participação no ecossistema de empreendedorismo do Pará e do Brasil; 

d) Ferramentas: Ensino e aplicação prática de metodologias para transformar ideias/projetos em produtos com potencial de mercado; 

e) Infraestrutura: Ambiente próprio para prototipação, conexão e coworking, por meio de espaços do governo do Estado e de parceiros; 

f) Incentivo: Aporte financeiro, desde que cumpridas as exigências deste edital, para a criação de novos negócios e desenvolvimento de atividades já em execução, conexão com investidores e atração de investimento.

Serão destinados recursos no valor de R$ 3,5 milhões, sendo investidos até R$ 2,8 milhões diretamente nos projetos. Para a modalidade aceleração, as propostas devem ter valor de até R$ 200 mil, e para a modalidade novos negócios, de até R$ 80 mil. Os demais recursos financeiros serão usados no desenvolvimento do programa. O edital do Startup Pará foi lançado pelo governo do Estado no início de fevereiro deste ano.

Serviço: Os interessados em participar do programa devem acessar o edital de seleção no site do programa. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail startuppara@fapespa.pa.gov.br.

 

 

Texto: Carol Menezes (Secom)

Fonte: Sectet

Enviar por email

Deixe seu Comentario

Veja também

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Produtos +