Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais
Governo do Estado vai implantar novo modelo didático-pedagógico nas escolas técnicas estaduais

Governo do Estado vai implantar novo modelo didático-pedagógico nas escolas técnicas estaduais

Governo do Estado vai implantar novo modelo didático-pedagógico nas escolas técnicas estaduais

Data: 25/01/2019

Durante visita ao Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, realizada na manhã da quinta-feira (24), o titular da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), Carlos Maneschy, afirmou que o Governo do Estado vai atrelar as escolas tecnológicas à Sectet. O novo programa será orientado ao empreendedorismo, às novas tecnologias e à inovação. A transição será iniciada na Escola de Ensino Técnico Dr. Celso Malcher, instalada no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, no bairro Terra Firme.

A construção do novo modelo será realizada de maneira coletiva, a partir da escuta do corpo diretivo e docente da escola, considerando as vocações instaladas e as condições necessárias. “Pensamos em introduzir um modelo didático-pedagógico inovador para poder melhorar os indicadores educacionais do Estado, que estão muito baixos. Essa é uma escola que estruturalmente está muito bem instalada, portanto precisamos explorar estas instalações de modo a criar aqui um modelo no formato que os alunos possam se realizar plenamente enquanto estudantes, e também se prepararem para exercer os espaços de cidadania de forma mais ampla”, afirmou o secretário.

Após a visita do secretário e do diretor científico da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), Juarez Quaresma, serão realizadas reuniões de trabalho com a equipe dos órgãos e da escola. “O nosso objetivo é aproximar a Fapespa das demandas do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá e também inserir a escola técnica no projeto de colaboração. Vamos discutir dentro dessas demandas levantadas as ações que a Fapespa possa realizar nos próximos meses e que possam apoiar as atividades do Parque de C&T”, disse o diretor.

O estado do Pará possui cerca de 25 escolas de ensino técnico. Inaugurada em setembro de 2018, a Dr. Celso Malcher foi construída para atender 900 estudantes. Ao todo, o Estado oferta 5.940 vagas em cursos profissionalizantes, oferecidos em 15 municípios. As inscrições podem ser realizadas até o dia 25 de janeiro, no site das escolas de Ensino Técnico – Eetepas: http://www.seduc.pa.gov.br/site/eetepa

Sobre o PCT Guamá – Resultante da parceria entre as Universidades Federal do Pará (UFPA) e Federal Rural da Amazônia (UFRA) e o Governo do Pará, o PCT Guamá foi o primeiro e permanece como único parque tecnológico a entrar em operação na Amazônia.

Ele tem como principal objetivo, estimular a pesquisa aplicada, o empreendedorismo inovador, a prestação de serviços e a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos e serviços de maior valor agregado e fortemente competitivos.

Com uma área de 72 mil metros quadrados, reúne atualmente 14 centros e laboratórios tecnológicos, 22 empresas, 23 startups, instituições de pesquisa e grupos residentes, todos ligados às áreas estratégicas de atuação, que são Biotecnologia; Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); Energia; Tecnologia Ambiental e Tecnologia Mineral.

Situado entre a UFPA e a UFRA, apresenta espaços voltados para a instalação de pequenos e médios empreendimentos de base tecnológica, laboratórios e centros de pesquisa e desenvolvimento, assim como de empreendimentos nascentes (startups) e temporários.

A Fundação de Ciência e Tecnologia Guamá, por sua vez, foi qualificada para realizar a gestão administrativa, financeira, física e ambiental do PCT Guamá. Desde 2009 a Fundação é mantida pelo Governo do Estado, por meio de contrato com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica – Sectet.

Por Juliane Frazão (Ascom/PCT Guamá)

Enviar por email

Deixe seu Comentario

Veja também

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Editais, Ferramentas e Avisos +