Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in /var/www/novosite/bib/classes/util/i18n/Language.php on line 106
» Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa «
Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais
Fapespa e Setur-Pa lançam Boletim do Turismo do Estado do Pará 2017

Fapespa e Setur-Pa lançam Boletim do Turismo do Estado do Pará 2017

Data: 22/09/2017

 A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (FAPESPA) e a Secretaria de Estado de Turismo (SETUR-PA) lançaram a segunda edição do Boletim de Turismo do Estado do Pará, com informações sobre o segmento turístico no estado. O lançamento aconteceu nesta sexta-feira, 22, na Feira Internacional de Turismo (FITA), no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (Hangar). No boletim, foram sistematizados os dados referentes ao ano de 2016 e, para efeito de comparação, utilizou-se uma série histórica, desde 2007. São apresentados os indicadores referentes ao fluxo de turistas no Pará, além de análises referentes aos principais segmentos de atividades que compõem o setor de Turismo; a geração de renda; os investimentos diretos e indutores; e indicadores do mercado de trabalho formal e informal, observando a capacidade do setor na geração de emprego direto e indireto.

O boletim também disponibiliza a caracterização de cada um dos seis Polos Turísticos do Pará e um conjunto de quatro boxes que abordam o turismo, a gastronomia, a qualificação profissional e o Círio de Nazaré, temáticas analíticas relevantes para o estado no que concerne o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Estado “Pará 2030”. O boletim tem como foco a disseminação de informações do setor de turismo, com base em dados calculados pela Fapespa e pela Setur-Pa, além da potencialização a cadeia do turismo e o acompanhamento do crescimento de empregos e renda gerada a partir dessa cadeia.

De acordo com o presidente da Fapespa, Eduardo Costa, “o boletim é um excelente instrumento para analisar politicas publicas, verificar quais são nossas potencialidades e onde o setor público e privado podem dar mais atenção. Nós temos ai vários polos turísticos, temos uma grande diversidade inclusive dentro do estado, mas era necessário conhecer. O boletim faz essa grande radiografia. O turismo é uma grande aposta para o estado”, disse.

Segundo o boletim, o estado possui seis polos turísticos, entre eles, o Polo Belém que é constituído pelos municípios de Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará. Possui população estimada de 2,1 milhões de habitantes, o que corresponde a 26% do total do estado; PIB de R$ 30,233 bilhões; e economia baseada, principalmente, no setor de Serviços, representando 64% do valor adicionado do Polo. Além disso, entre os seis polos, possui a melhor infraestrutura logística e de equipamentos turísticos, dispondo de um aeroporto internacional, portos de carga e passageiros e uma importante via de acesso terrestre, a BR-316.

Entre a produção e o consumo de produtos turísticos existe o meio de locomoção dos turistas, que permite acessibilidade ao território paraense pelas diversas modalidades existentes, em especial a rodoviária e a aérea, que são as evidenciadas nesta seção. Essas modalidades constituem importantes indicadores do fluxo turístico, que, após seguidos incrementos, de 2012 a 2015, registrou em 2016 comportamento negativo, associado ao momento de dificuldades da economia do país, sobretudo com impacto desfavorável na renda das famílias.

Para o secretário de turismo, Adenauer Goes, “o boletim de turismo, que é o nosso anuário, significa a coletânea de uma série de informações que podem, desde que, devidamente apoderadas pelo próprio pode público e pela iniciativa privada, fortalecer e energizar ações visando um entendimento cada vez maior e um resultado cada vez melhor do turismo como atividade econômica. Poucos são os estados brasileiros que tem um trabalho de vã guarda como esse que o estado apresenta. Então, o mercado deve ser estudado sobre essa ótica, sobre a visão da inteligência de mercado. Para você ter inteligência de mercado você precisa ter informações e aqui estão as informações sobre turismo”, afirmou.

Segundo a SETUR–PA, estima-se que a renda gerada pelo turismo no Pará alcançou, em 2016, o valor de US$ 216 milhões, 8,97% maior do que o registrado em 2015. Todavia, cabe destacar que o setor turístico paraense foi fortemente atingido pela crise econômica nos dois últimos anos, como é observado na variação da renda, que em 2015 apresentou declínio de quase 30%, tendo registrado recuperação no ano seguinte.

Entre 2001 e 2015 o governo federal, através do Ministério do Turismo, registrou uma carteira de repasses às unidades federativas e aos municípios de pouco mais de R$ 11 bilhões para fins de investimento no turismo regional e local. No âmbito do estado do Pará, nesse período, os repasses alcançaram a cifra de R$ 247,864 milhões.

Segundo a Coordenadora Geral de Informações Gerenciais do Ministério do Turismo, Gilce Zelinda Battistuz, “o Pará foi um dos estados que teve maior crescimento no número de estabelecimentos, de hospedagens. Isso significa que o Pará está fazendo a lição de casa que é se preparar. De acordo com os dados, o norte foi uma das regiões que mais cresceram. Belém foi a capital que teve o maior crescimento nessa oferta. Outra questão que pode se destacar e que também, no caso de turistas internacionais, número de turistas internacionais que chegaram pelo portão de entrada, o Pará também foi um dos estados que mais cresceu de 2015 pra 2016”, finalizou.

Tenha acesso ao conteúdo do Boletim do Turismo do Estado do Pará aqui

Enviar por email

Deixe seu Comentario

Veja também

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Editais, Ferramentas e Avisos +