Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in /var/www/novosite/bib/classes/util/i18n/Language.php on line 106
» Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa «
Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais
Fapespa realiza XVII Reunião do GEAC e conta com a apresentação de projeto inovador

Fapespa realiza XVII Reunião do GEAC e conta com a apresentação de projeto inovador

Data: 31/05/2017

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) realizou nesta quarta-feira, 31, a XVII Reunião do Grupo Interinstitucional de Estudos e Análise Conjuntural (GEAC), no auditório da Fundação. Dentre as pautas da reunião destacam-se as apresentações do Projeto de Implantação de novos Distritos Industriais no estado do Pará e do Manual do Investidor, além dos Informes Conjunturais da Fapespa e da nova metodologia do Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR).

De acordo com o diretor-presidente da Fapespa, Eduardo Costa, o grupo tem grande importância diante o desenvolvimento do Estado. “O GEAC vem sendo um instrumento extremamente válido e útil para a tomada de decisões no âmbito governamental. O esclarecimento do cenário econômico, a troca de informações e a produção de indicadores e perspectivas futuras vêm ajudando os gestores públicos e privados do estado do Pará”, afirmou.

O Projeto de Implantação de novos Distritos Industriais, apresentado pelo presidente da Codec, Olavo das Neves, é uma ação que pretende retomar uma política interrompida há mais de 30 anos, na qual atualmente tem 12 Distritos Industriais no estado em fase de consolidação, além de outros em estudo. Olavo afirma que o projeto planeja concluir cinco destas obras em 2017, entre eles Santarém, Breves, Santa Barbara e Castanhal. Durante a apresentação, ele ressaltou a importância de estar participando do GEAC. “Isso é uma oportunidade fantástica de compartilhar um pouco deste trabalho que está sendo desenvolvido e conclamar a todos para contribuir”, disse.

Os Informes Conjunturais da Fapespa, apresentados pela diretora de Estudos Socioeconômicos e Análise Conjuntural, Geovana Pires, incluíram diversos indicadores de análise, como o estudo do Comércio Varejista, da Indústria Paraense e do Comércio Exterior. De acordo com a diretora, no mês de abril, o mercado de trabalho no estado apresentou aproximadamente 18 mil vínculos de trabalho. Dentre os municípios, os que apresentaram destaque foram Marabá, Paragominas, Dom Eliseu e Belém, com saldos positivos de novas contratações com 365, 216, 119 e 89, respectivamente. Além disso, a diretora de Estatística, Tecnologia e Gestão da Informação, Glaucia Moreira apresentou dados do Índice de Preço ao Consumidor da Região Metropolitana de Belém (IPC/RMB). 

Outra pauta que fez parte dessa edição do GEAC foi a nova metodologia do IBCR, que foi apresentada pela coordenadora do departamento econômico do Banco Central, Priscila Furtado, e consiste em medir a variação do nível de atividade e produção de 13 estados e cinco regiões. Na região norte os estados que participam da análise são Pará e Amazonas. “Nós observamos que esse indicador continua calculando as proxys que são representativas do volume de produção da agropecuária, da indústria e de serviços. E nota-se que a região norte aumentou sua aderência à série oficial do IBGE”, pontuou.

Enviar por email

Deixe seu Comentario

Veja também

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Editais, Ferramentas e Avisos +